Paula Soeiro

Neste tempo estranho e difícil, evocar o 25 de abril de 1974, torna-se fundamental, por ser um símbolo maior da nossa Liberdade e do Estado Democrático, consagrado na Constituição da República Portuguesa.

Na defesa desses valores, todos temos um papel a desempenhar. Aos governantes, aos parlamentares e aos autarcas que atuem nas diversas áreas de proteção da população. A cada cidadão que continue a proteger-se e aos outros.

O Povo Português e em particular, a população da União de Freguesias de Setúbal, tem sido exemplar na solidariedade, capacidade de resiliência e no respeito às medidas de proteção e confinamento.

Em 25 de abril de 1974, iniciou-se mais do que um regime, foi o princípio da construção do Poder Local, tal como hoje o queremos, focado no território e no apoio à população, na defesa dos valores da Solidariedade e do Humanismo.

Passados 46 anos, perante uma crise global sem precedentes, a expressão Liberdade, torna-se ainda mais concreta, exigindo continuamente de todos nós, uma responsabilidade e resiliência na sua defesa.

Saúdo, todos e todas que ao longo destes 46 anos e agora em especial, lutaram e lutam, dão a vida pela Liberdade e contribuem para consolidação da Democracia.

Um grande bem-haja.

Paula Soeiro
A Presidente da Assembleia de Freguesia